16 de nov de 2009

[Editora Hedra] RUI BARBOSA - Oração aos Moços




 – PEDRO LUSO DE CARVALHO

 A última grande criação de Rui Barbosa foi Oração aos Moços, que, para os críticos, foi a sua obra-prima. Esse texto foi escrito por Rui para homenagear os formandos da Faculdade de Direito de São Paulo, da turma de 1920, dos quais foi paraninfo.
Enfermo, Rui Barbosa não pode comparecer à solenidade de formatura; o seu discurso (Oração aos Moços) foi lido pelo professor Reinaldo Porchat. Escreveu Rui, como introito da sua peça de oratória:
Não quis Deus que os meus cinquenta anos de consagração ao direito viessem a receber no templo do seu ensino em S. Paulo o selo de uma grande benção, associando-se hoje com a vossa admissão ao nosso sacerdócio, na solenidade imponente dos votos em que o ides esposar.
Essa obra – Oração aos Moços – prestou-se para coroar o trabalho realizado por mais de cinquenta anos, por esse homem brilhante – exemplo de dedicação ao trabalho, que foi uma de suas tantas virtudes –, por esse homem honrado e de grande erudição – que teve por missão a luta contra a Monarquia –, por esse homem que não se cansou de defender o povo escravo, até que fosse proclamada a abolição da escravatura.
Constitui-se, Oração aos Moços, numa das mais brilhantes reflexões produzidas pelo jurista sobre o papel do magistrado e a missão do advogado. O autor faz um balanço de sua vida como advogado, jornalista e político, como exemplo para as novas gerações. Disse Gladstone Chaves de Melo:
Oração aos moços é o canto do cisne de Rui Barbosa, é a mais realizada de suas obras, a que com maior autenticidade, creio, nos dá a medida e o tom de seu estilo. Disse eu alhures que é ela a obra trabalhada da língua portuguesa.
Para essa edição de Oração aos Moços, fui convidado pela Editora HEDRA, de São Paulo, para escrever a introdução da obra – honra da qual não poderia declinar.
Quando a HEDRA publicou Oração aos Moços, de Rui Barbosa, no segundo semestre de 2009, tive a satisfação de ver o meu nome ligado ao mestre em razão dessa edição, na qual o meu nome consta na respectiva Ficha Técnica.
A Introdução que escrevi, em quinze páginas, para a publicação de Oração aos Moços, pela HEDRA, editora paulistana com reconhecidos méritos, fortaleceu mais ainda a minha convicção sobre a genialidade de Rui Barbosa.

Ficha técnica da obra:
Autor – RUI BARBOSA
Título – ORAÇÃO AOS MOÇOS
Organização – MARCELO MÓDOLO
Introdução – PEDRO LUSO


  *  *  *